Sunday, 5 January 2014

Directiva Habitats e Odonata no Algarve

Uma consulta sobre a legislação actual, comunitária e nacional, relativa à protecção legal dos habitats das espécies de Odonata que ocorrem no Algarve permitiu-me constatar que a Directiva Habitats foi recentemente revista, em virtude da adesão da República da Croácia.
Assim, surgiu um novo diploma legal, a Directiva 2013/17/UE do Conselho, de 13 de Maio de 2013, publicado no Jornal Oficial da União Europeia de 10 de Junho de 2013, L 158/193 a 229. Consulte a "nova" Directiva Habitats AQUI.

Na pág. 223 do diploma lá estão as três espécies com estatuto formal de protecção que ocorrem no Algarve: Gomphus graslinii, Macromia splendens e Oxygastra curtisii. As três estão listadas no Anexo IV, o das espécies animais e vegetais de interesse da comunidade que exigem uma protecção rigorosa!

Tuesday, 29 October 2013

mapas de quadrículas sobre distribuição de espécies


Fazer mapas de quadrículas para representar a distribuição de espécies animais ou vegetais (ou qualquer outro tema) pode ser bastante simples. O Quantum GIS, um fantástico Sistema de Informação Geográfica open source, dá uma grande ajuda, e nós quisemos dar mais uma pequena ajuda preparando um pequenino tutorial, onde os passos mais importantes são revelados.

Descarregue o tutorial AQUI. Divirta-se neste Outono / Inverno quando estiver a chover e não for possível sair para o campo!

Monday, 9 September 2013

PREDADORES!

Barragem de Vale de Asno
(clique na imagem para ampliar • click on image to enlarge)
As louva-a-deus (Mantis religiosa) parecem ser predadores regulares das libélulas e libelinhas. Esta fotografia de hoje, na barragem de Vale de Asno (Altura), ilustra essa cadeia alimentar e um macho de Trithemis annulata já foi parcialmente devorado.
Na semana passada tinha registado uma situação muito semelhante. Também uma Libellulidae estava a servir de repasto a uma louva-a-deus e essa fotografia pode ser vista aqui.

Mas o mais interessante é, aparentemente, a posição de espera da louva-a-deus. Já não é a primeira que encontro de cabeça para baixo, imóvel, aguardando que algum incauto insecto passe no raio de acção das suas poderosas patas dianteiras...

Barragem de Vale de Asno
(clique na imagem para ampliar • click on image to enlarge)
Note-se que esta louva-a-deus não é a mesma da fotografia superior...

Se algum leitor deste blog conhecer mais em detalhe este comportamento de caça da Mantis religiosa poderia partilhar connosco os seus conhecimentos???

Wednesday, 4 September 2013

Anax parthenope já é numerosa no Algarve!


A Anax parthenope é uma espécie que pode ser observada com alguma facilidade no Algarve, no final do Verão e no início do Outono. Esta temporada já se começam a encontrar bastantes exemplares...

Não é uma espécie fácil de fotografar, como acontece com a generalidade das Aeshnidae. Mas com paciência e persistência surge sempre aquele momento de sorte!

Tuesday, 16 July 2013

Ciência Viva no Verão 2013

No âmbito do Programa CIÊNCIA VIVA NO VERÃO 2013 e em colaboração com o Centro de Ciência Viva de Lagos orientámos uma manhã de descoberta das libélulas e libelinhas em charcos a norte de Aljezur. Foi uma manhã bem passada na companhia de um pequeno grupo muito interessado!

foto de Adriano Guerreiro
foto de Adriano Guerreiro

Wednesday, 3 July 2013

a Aeshna mixta já voa...


Uma outra 'descoberta' interessante ocorreu numa das charcas de Carrascalinho, Aljezur: um número muito apreciável de exuvias de Aeshna mixta.

Esta espécie, cujas larvas habitam quer em sistemas lênticos, quer lóticos, tem um comportamento interessante. A emergência das larvas ocorre em Junho mas os adultos só se observam com facilidade junto dos locais de acasalamento e posturas no final do Verão, em Setembro e Outubro, ou até mesmo Novembro. Entretanto, estão dispersos e a atingir gradualmente a maturidade sexual...

Cordulegaster boltonii - a primeira exuvia

comprimento total aproximado: 45 mm
O recente regresso à Ribeira de Seixe proporcionou uma descoberta interessante: uma exuvia de uma fêmea de Cordulegaster boltonii (Donovan, 1807) apoiada num pequenino ramo seco, a cerca de 10 cm acima do nível da água. A espécie já está integrada na checklist algarvia e a sua presença na bacia hidrográfica da Ribª de Seixe estava também já reportada (ver, por exemplo, aqui). Por isso, nada de novo...

Mas, tanto quanto seja do nosso conhecimento, não existia ainda nenhum registo de exuvias desta espécie para o Algarve. Este exemplar poderá então ter sido o primeiro a ser encontrado num sistema lótico da região, possibilitando assim confirmar que não só ocorrem indivíduos adultos como também que a espécie conclui o seu ciclo de vida por cá.

Este exemplar será agora depositado no Museu de História Natural e da Ciência, de Lisboa, enriquecendo a colecção odonatológica aí existente.